segunda-feira, 19 de abril de 2010

Mler Ife Dada – L’Amour Va Bien Merci / Ele e Ela… e Eu (Ama Romanta, 1986)



sacar

01. L’Amour Va Bien Merci
02. Ele e Ela… e Eu

Anabela Duarte
Nuno Rebelo
José Garcia
António Garcia

Produção – Nuno Rebelo

O estatuto sonolento deste disco, admito, é bastante duvidoso. Afinal, já se perderam a conta ao número de reedições do tema L’Amour Va Bien Merci, seja em compilações da Ama Romanta, dos próprios Mler Ife Dada ou de golden oldies dos anos 80. Não esquecendo que a canção já tinha saído no Divergências antes de sair em single. Mas pronto, para a juventude ignara, esclarece-se que é o tema que marca a entrada da Anabela Duarte nos Mler Ife Dada, que é o segundo disco da Ama Romanta, que toda esta malta ainda era amicíssima, pululante, fresca que nem uma alface, que ainda não tinha chegado a altura das zangas, das drogas duras e das depressões crónicas. É a banda sonora perfeita para o boémia burguesita da segunda metade dos anos 80, aquela que andava entre o Bairro Alto e o Rock Rendez Vous, que já tinha vomitado o boom do rock português e que tentava ser arty sem deixar de se divertir o mais possível.
Virando o disco, encontramos a razão deste post: uma versão nunca reeditada do tema Ele e Ela, que Madalena Iglésias levou ao festival da canção e que aqui leva um muito eficaz tratamento mlerífico, tongue in cheek q.b. mas sem entrar no gozo descarado. Mas o final deste tema é que me intriga. Ora oiçam a partir do 1m50s e digam-me o que é aquilo. Não é uma mini-versão de um mini-excerto do disco Clara Crocodilo do brasuca Arrigo Barnabé? Ajudem-me lá, caros clientes do Discos Com Sono, que estou sem pachorra para reouvir o Clara Crocodilo mas nem tenho dormido a pensar no assunto.

14 comentários:

Tiago disse...

Bem, antes de mais... parabéns pelo serviço público.

O que vou pedir agora vem um bocado a despropósito, mas o que eu queria saber era: quais os melhores sítios para comprar vinil português a precisar de um cafezito?...

Paulo Martins disse...

O Arrigo é um dos grandes marcos da "Niuê" brasuca... E sim, concordo contigo!... (já há quem me chame de iconoclasta, para dizer o mínimo, por concordar contigo - mas já estou habituado ;-))...
Por falar em brasileiríces, o d'Orey foi para o Brasil cantar numa seminal banda de lá e tudo... a conexão sempre atenta ;-)
Um grande abraço,
Paulo Martins

Anónimo disse...

Obrigado por estes discos magnificos, e tão bem apresentados e enquadrados no espirito da época.
Tive durante uns anos o maxi Zimpó, mas nas mudanças de casa, perderam-se algures :(

Jorge Carvalho

Rafael Amorim disse...

O melhor acervo de vinil em portugal esta na louie louie, rua do almada, Porto.
Pergunte pelo Rui Quintela. Abraço e um grande obrigado ao discos com sono. excelente trabalho. Será que ha por ai o maxi do joao peste e os axidocibordel?

Discos Com Sono disse...

Tiago:
Julgo que as melhores lojas para comprar vinil português são as lojas de vinil usado em geral. Acho que não há nenhuma especializada (talvez a Vinyl for Life, que agora está no centro comercial Espaço Chiado, mas os preços são absurdamente caros).
O blog Juramento sem Bandeira tem uma lista (um pouco desactualizada) dessas lojas em Lisboa:
http://juramentosembandeira.blogspot.com/2009/10/abriu-nova-groovie-records-o-que-serve.html

Rafael Amorim:
Nunca reparei que o acervo da Louie Louie do Porto fosse especialmente bom em coisas portuguesas... Mas pode ser que sim, já lá não vou há algum tempo.
Quanto ao disco dos Acidoxibordel, já foi reeditado em CD, por isso não é um disco com sono.

Carlos disse...

Em grande parte actualizada, uma lista das lojas de vinil de lisboa (sim, são como cogumelos!) http://maps.google.com/maps/ms?ie=UTF8&hl=pt-PT&msa=0&msid=105379796228560753902.00047dade33e4544d0fd4&ll=38.712639,-9.129124&spn=0.020728,0.045276&z=15

zn disse...

sugestões: contracapas; dansa do som; iodo; ana e suas irmãs; francis; kris kopke; roxigenio;ama romanta

Rafael Amorim disse...

httpestereopositivo.blogspot.com201005joao-peste-acidoxibordel_13.html

zn disse...

croix sainte
bee-keeper/milshake
_

sugestões: contracapas;

dansa do som;
;ama romanta
iodo;
ana e suas irmãs;
francis;
kris kopke;
roxigenio

Tony Justerini disse...

Tenho 2 discos do Francis em mp3.
Se alguém quiser ...

Tony Justerini disse...

Já agora o mail é radioetiopia@gmail.com

Discos Com Sono disse...

Obrigado, Tony. Daqui a algum tempo sou capaz de te cravar esses ripanços. um abraço!

Anónimo disse...

Os comentarios aos discos seriam bem mais legiveis e interessantes se nao tivessem todas essas expressoes em lingua estrangeira: golden oldies, boom, arty, tongue in cheek. Duvido que haja algum blog que fale de musica anglo-saxonica usando expressoes portuguesas.

Discos Com Sono disse...

Ora, caro Anónimo, deixe-se de mariquices.